Ultimas Notícias

recent

Maduro retira embaixador da Venezuela no Brasil.

14 de maio de 2016 - 16:20:49

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro retirou o embaixador venezuelano Alberto Castellar do Brasil, depois do afastamento de Dilma.



O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu nesta sexta-feira (13) ao embaixador do país no Brasil, Alberto Castellar, para retornar a Caracas, depois do afastamento de Dilma Rousseff da presidência brasileira em um processo que o chefe do governo venezuelano classificou como um "golpe de Estado".

"Avaliamos hoje e eu pedi ao nosso embaixador no Brasil, Alberto Castellar, que viesse a Caracas", informou Maduro em rede nacional de rádio e televisão.

Castellar, que já estaria em Caracas, se reuniu com Maduro e a chanceler Delcy Rodríguez, o vice-presidente executivo Aristóbulo Istúriz e "vários dirigentes do comando político" do país para analisar os acontecimentos no Brasil.

"Estivemos avaliando esta dolorosa página da história do Brasil (...) Tentaram apagar a história com uma jogada totalmente injusta com uma mulher que é a primeira presidente que o Brasil teve", disse o líder venezuelano.

Maduro classificou o afastamento como uma "canalhice contra ela (Dilma), contra sua honra, contra a democracia, contra o povo brasileiro".

"Vejam, não acreditem os colegas presidentes ou primeiros-ministros que por serem de partidos da centro-direita, da direita, estão isentos de que o vírus do golpismo tome outra vez a América Latina e com o vírus do golpismo venham as grandes convulsões sociais outra vez (...) Não, não podemos retroceder na história", acrescentou.

Itamaraty


Porta-vozes afirmam estar sendo avaliada uma resposta ao pedido de Maduro, que classificou o afastamento de Dilma como "golpe". Ministério repudia reações de líderes da região ao processo de impeachment.

O governo interino de Michel Temer está "analisando" a decisão da Venezuela de chamar seu embaixador em Brasília, Alberto Castellar, de volta ao país, após o afastamento da presidente Dilma Rousseff, disseram fontes oficiais à agência de notícias Efe neste sábado (14).

Porta-vozes do Itamaraty disseram que ainda não se decidiu se será dada uma resposta ao anúncio feito pelo presidente Nicolás Maduro nesta sexta-feira. O líder venezuelano afirmou ter pedido a Castellar que viajasse a Caracas após o que qualificou como "golpe de Estado" contra Dilma, afastada por até 180 dias da presidência.

Maduro não deixou claro se retirou o embaixador do Brasil ou se se trata apenas de uma consulta. Quando o líder venezuelano fez o anúncio, Castellar já estava em Caracas e já havia se reunido com Maduro e a chanceler do país, Delcy Rodríguez.

Num discurso transmitido pelo rádio e pela televisão, Maduro classificou a decisão do Senado de afastar Dilma e dar continuidade ao processo de impeachment como "uma canalhice contra ela, contra sua honra, contra a democracia, contra o povo brasileiro". Aliado próximo do governo de Dilma, ele chamou a decisão dos parlamentares brasileiros como "uma jogada totalmente injusta".

Quase simultaneamente, o Ministério das Relações Exteriores, agora comandado por José Serra, emitiu duas notas rechaçando as opiniões manifestadas por líderes da região em relação ao processo de impeachment que corre contra Dilma.

De acordo com o comunicado, esses países e organizações como a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) e a Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América/Tratado de Cooperação dos Povos (ALBA/TCP), opinam e propagam falsidades sobre o processo político interno no Brasil que, assegura o Itamaraty, desenvolve-se em quadro de absoluto respeito às instituições democráticas e à Constituição federal.

"Como qualquer observador isento pode constatar, o processo de impedimento é previsão constitucional; o rito estabelecido na Constituição e na Lei foi seguido rigorosamente, com aval e determinação do STF; e o Vice-Presidente assumiu a presidência por determinação da Constituição Federal, nos termos por ela fixados", diz um dos comunicados.

Fontes: O Globo / G1 / Noticias Terra / Press TV
Maduro retira embaixador da Venezuela no Brasil. Reviewed by Conflitos Guerras on 13:29:00 Rating: 5
All Rights Reserved by Conflitos e Guerras © 2014 - 2016
Designed by SoSothemes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.