Ultimas Notícias

recent

Matéria Especial: Análise da pequena Marinha de superfície da Venezuela.

02 de Fevereiro de 2019 20:24:29
Por SKYFORCE.

Olá à todos. Continuo aqui com a nossa série de matérias especias sobre a Força Armada Nacional Bolivariana da Venezuela. Hoje falarei um pouco sobre a "Armada Nacional Bolivariana da Venezuela" ou simplesmente, Marinha Bolivariana da Venezuela. Espero que Gostem

A marinha venezuelana é a menor das três principais forças militares do país. A Armada conta com fragatas, submarinos, lanças patrulheiras, um navio escola o Simón Bolívar, um navio hidrográfico e também conta com embarcações de transporte de tanques.

Hoje falarei apenas da pequena marinha de superfície do país.


 A Armada Bolivariana opera 6 fragatas lança-mísseis de origem italiana da classe Lupo. Essas fragatas são todos dos anos 80 e estão em um processo demorado de modernização. A Base delas é em Puerto Cabello, Carabolo.

As fragatas que fazem parte da Armada Bolivariana são:

F - 21 Mariscal Sucre, que foi comissionada em 1980.
F- 22 Almirante Brion, que foi comissionada em 1981.
F - 23 General Urdaneta, comissionada em 1981.
F - 24 General Soublette, comissionada em 1981.
F - 25 General Salóm, comissionada em 1982.
F - 25 Almirante García comissionada em 1982.

A Armada também opera três navios-patrulheiros lança mísseis de origem inglesa da classe Federacíon e três navios-patrulheiros armados com um pequeno canhão, essas três também são de origem inglesa e são da classe Constitución. As seis embarcações ficam na Base Naval Mariscal Falcón em Punto Fijo, Falcon.

Tanto as lança mísseis quanto as artilheiras comuns, foram comissionadas em 1975.

Imagem relacionada
As três lança-mísseis são:

PC - 12 Federacíon, comissionada em 1975.
PC - 14 Libertad, comissionada em 1975.
PC - 16 Victoria, comissionada em 1975.



As três artilheiras são:

PC - 11 Constitución, comissionada em 1975.
PC - 13 Independencia, comissionada em 1975.
PC - 15 Patria, comissionada em 1975.


A marinha da Venezuela também opera 4 navios de assalto anfíbio do Tipo LST da Classe Capana. Essas embarcações também antigas e relativamente desatualizadas, todas são de 1984 e são de fabricação sul-coreana. As embarcações estão baseadas em Puerto Cabello, Carabobo.

Resultado de imagem para Marinha venezuelana navios ASSALTO ANFÍBIO
Essas embarcações levam até 5 blindados anfíbios cada, também podem levar um grande número de soldados ou fuzileiros navais.

Essas embarcações apesar de antigas estão em bom estado, com um processo de modernização até então bem sucedido.

As embarcações que estão na Armada são:

T - 61 Capana, comissionada em 1984.
T - 62 Esequibo, comissionada em 1984.
T - 63 Goajira , comissionada em 1984.
T- 64 Los Lianos, comissionada em 1984.

Bom, caros seguidores, aqui acaba mais uma parte da série de matérias especias sobre as forças venezuelanas. Não falei da força submarina ou da força de fuzileiros pois pretendo fazer uma matéria especial específica para cada.

Espero que tenham gostado da matéria.


Matéria Especial: Análise da pequena Marinha de superfície da Venezuela. Reviewed by SKYFORCE. on 20:24:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

All Rights Reserved by Conflitos e Guerras © 2014 - 2016
Designed by SoSothemes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.