Ultimas Notícias

recent

Matéria Especial: A gigantesca, porém mal treinada, Milícia Nacional Bolivariana

10 de Fevereiro de 2019 11:30:08


Por SKYFORCE.

Continuando com a nossa série sobre as forças militares venezuelanas. Hoje eu falarei um pouco sobre a Milícia Nacional Bolivariana da Venezuela. Espero que gostem.

A Milícia Bolivariana foi criada em 13 de Abril de 2009 pelo ex-presidente Hugo chávez, com o objetivo de ser uma reserva armada para o pequeno exército oficial do país. Seu contingente original não passava de 100 mil, hoje, no entanto, seu número chega à 1.600.000 milicianos, todos leais ao governo chavista.

Em 2017, com o aumento dos protestos no país e o começo de deserções nas forças militares venezuelanas, o presidente Nicolás Maduro, ordenou que a milícia fosse expandida e que cada membro ganhasse um novo rifle.

A milícia é composta por 14 regimentos, sua sede é no museu militar de Caracas, a capital do país.

Seus membros são compostos por homens, mulheres, idosos e adolescentes.

Imagem relacionada
ARMAMENTO.

A milícia é relativamente mal armada. Seus combatentes operam desde alguns poucos fuzis AR-15, M-16, FAL e AK-47 até mesmo armas incrivelmente antigas, como rifles dos tempos da primeira e da segunda guerra mundial. Um exemplo disso é que a arma mais utilizada pelos milicianos é o velho fuzil soviético Mosin-Nagant, que foi utilizado pelo exército vermelho nos tempos da segunda gerra mundial.

Os milicianos também utilizam fuzis norte-americanos M1-Garand, também dos tempos da guerra. Esses combatentes também utilizam espingardas de pressão e até mesmo arcos e flechas. Porém, apesar de utilizarem esses armamentos extremamente antiguados, os milicianos também utilizam pistolas e revolvers bem mais modernos e também utilizam metralhadoras-leves.

Resultado de imagem para milícia bolivariana da Venezuela
Alguns milicianos também já foram vistos utilizando lança-granadas e lança-foguetes RPG-07.

VEÍCULOS.

A milícia não possuí veículos blindados de nenhum tipo, seus únicos veículos são alguns jipes e caminhões.

Também utilizam algumas caminhonetes.


TREINAMENTO.

A milícia não recebe treinamento militar de nenhum tipo, apenas cursos básicos de manuseio de armas leves e alguns treinamentos básicos de sobrevivência na selva. No entanto, desde o ano de 2017, os milicianos tem feito muitos exercícios militares um pouco mais avançados, como, por exemplo: marchas de longa distâncias e exercícios com fogo real.

Os milicianos também estão sendo enviados por Nicolás Maduro para diversas localidades estratégicas, principalmente portos e aeroportos.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Muitos desses milicianos estão também nas fronteiras da Venezuela com o Brasil e com a Colômbia.

Esses envios, de acordo com Maduro é para esses milicianos treinarem em situações de crise.

EQUIPAMENTOS.

Os milicianos utilizam o que parece ser um "fardão" inspirado no uniforme de combate do exército cubano. Esse uniforme é considerado confortável, porém, seu uso pode vir à atrapalhar os combatentes em ambientes totalmente urbanos.

Os milicianos não utilizam coletes ou capacetes balísticos. Os combatentes utilizam apenas "macacões" por cima de seus fardões e bonés e quepes em suas cabeças.

Imagem relacionada


FONTE: GOVERNO NACIONAL DA VENEZUELA.
Matéria Especial: A gigantesca, porém mal treinada, Milícia Nacional Bolivariana Reviewed by SKYFORCE. on 03:46:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

All Rights Reserved by Conflitos e Guerras © 2014 - 2016
Designed by SoSothemes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.