Ultimas Notícias

recent

Prelúdios de Guerra no Pacifico: EUA realizará um raro exercício militar naval no pacifico

 09 de novembro de 2017 - 10:03:19


Por Conflitos e Guerras

Geralmente, algumas eventos ocorrem antes do inicio de uma guerra e muitas vezes, são sempre iguais independentes do passar do tempo.
[post_ad]Os principais eventos que antecedem a um conflito armado em uma região, são:
  • Esforços diplomatísticos;
  • Formação de alianças;
  • Aumento de exercícios militares;
  • Treinamento de evacuação em massa e alerta civis;
  • Aumento em gastos militares (Corrida Armamentista);
  • Movimentações táticas (Acumulo de efetivo militar em um lugar)
  • E por fim, os ultimatos

Embora existam outros eventos que antecedem ao inicio de uma guerra, esses são os principais, e claro, nem sempre ocorre do jeito descrito, porem, quando começa-se a perceber esses eventos nos países envolvidos em crises diplomáticas, certamente um conflito armado em determinada região está por vir. 

Vale lembrar que esses eventos são de relevância local ou regional e não global, pós as guerras globais são consequencias de pequenas guerras locais ou grandes guerras regionais.

Nos próximos dias, o pacifico terá eventos que sugerem o inicio de uma guerra regional.

EXERCÍCIO DE ATAQUE NAVAL RARO ENVOLVENDO 3 PORTA-AVIÕES

Do dia 10 ao dia 14 de novembro, a Marinha do EUA irá iniciar um treinamento de ataque envolvendo os 3 maiores portas-aviões do mundo, que são o USS-Ronald Reagan, o USS-Nimitz e o USS-Theodore Roosevelt.
USS-Ronald Reagan
USS-Nimitz
USS-Theodore Roosevelt
Alem dos treinamentos de ataque, os porta-aviões irão realizar exercícios de defesa aérea, vigilância marítima, reabastecimento no mar, treinamento defensivo de combate aéreo, manobras coordenadas próximas e outros treinamentos.

Para o comandante da frota do pacifico, Adm. Scott Swift, esse é um momento único, pois é extremamente difícil realizar esse tipo de exercício.
"É uma oportunidade rara de treinar com dois porta-aviões juntos e ainda mais raro poder treinar com três" disse Scott Swift e completou.
"As operações múltiplas de força de ataque e de operadoras, são muito complexas e esse exercício no Pacífico Ocidental é um forte testemunho da habilidade única da US Pacific Fleet e do compromisso firme com a continuidade da segurança e estabilidade da região".
HAVAÍ REALIZARA TREINAMENTOS COM SIRENES DE ALERTA DE ATAQUE

A partir do dia 1 de dezembro, o Havaí irá iniciar uma serie de treinamentos com suas sirenes de alerta. Os testes serão mensais e consiste em dois tipos de toques de alerta.

O primeiro será o de Tsunami, que soará em um tom constante.

O segundo será o de Ataque, que terá um tom oscilante.

Esse exercício tem como finalidade, preparar a população para se abrigarem em locais seguros diante de um eminente ataque.

EXERCÍCIO DE EVACUAÇÃO

Coreia do Sul e Japão vem levando adiante seus treinamentos de evacuação em massa, apesar do treinamento já ter começado há um tempinho atrás, outros treinamentos estão sendo realizados a fim de maximizar a eficiência na logística de evacuação.

A Coreia do Norte também realizou treinamentos de evacuação em massa na parte leste do país.

Alguns estados costeiros dos EUA, tem planos de treinamento de evacuação que poderão serem executados mais para frente.

SISTEMA DE DEFESA ANTI-MÍSSIL NO ALASCA

A Agência de Defesa de Mísseis dos EUA, instalou o último dos 44 inceptores de míssil do modelo (GMD) na semana passada, no Fort Greeley do Alasca. O sistema de defesa anti-míssil visa defender a costa oeste dos EUA contra potenciais misseis disparados por Kim Jong Un.

Esse numero não é definitivo e a Agencia de Defesa de Misseis pretende elevar esse numero para 64 interceptores, numero esse bem expressivo se relacionado a defesa contra uma Coreia do Norte que mal consegue atingir o território do Havaí. Alguns afirmam que esse sistema não é exatamente para a Coreia do Norte.

JAPÃO E COREIA DO SUL GASTARÃO BILHÕES EM ARMAMENTOS

Os governos do Japão e da Coreia do Sul, firmaram um acordo comercial bilionário com os EUA para adquirirem os mais sofisticados sistemas de defesas e outros armamentos. Isso na pratica, se constitui como uma corrida armamentista, pois ambos os países farão um gasto militar nunca vistos antes.

Além disso, o Japão disse que entrou em processo politico para abolir o artigo 9 da sua constituição, conhecida como "Constituição de Auto Defesa", se isso ocorre, a constituição japonesa se converterá na criação de um exercito regular, com potencial de exercer ações militares externas ou até mesmo declarar guerra a algum pais sem mesmo precisar o usar o termo de auto defesa.

FORMANDO AS PRIMEIRA ALIANÇAS

O primeiro pais a declarar o seu apoio incondicional a um possível ataque a Coreia do Norte. foi a Austrália, o outro pais, foi a Grã Bretanha. Essa possível aliança que provavelmente se chamará Coalizão e que certamente será liderada pelos EUA, contará também com a participação de alguns membros da OTAN e provavelmente da Índia.

Do outro lado, uma aliança tradicional já ocorre entre China e Coreia do Norte, mas também contaria com a Rússia que já deixou claro ser contrária a qualquer ação militar contra os nortes coreanos, e o Irã, que segundo algumas fontes, já colabora no programa nuclear e de misseis Pyongyang.

TEMPO ESGOTANDO

Trump disse hoje, que está buscando o apoio da China e da Rússia para resolver o problema com a Coreia do Norte em conjunto, porem, deixou claro que o tempo para os esforços diplomáticos está acabando.

Muitos analistas veem essa viagem de Trump como um ultimo esforço diplomático antes do inicio da guerra na região.

É bem provável que os EUA imponham um ultimato decisivo a Coreia do Norte caso não ocorra um avanço na diplomacia depois dessa visita. Trump já deixou claro que irá realizar um ataque militar preventivo caso a Coreia do Norte venha a realizar outro teste nuclear seguida de um lançamento de míssil.

Esses eventos como dito anteriormente, sugere que uma grande guerra regional está por vir e essa guerra arrastaria inicialmente alguns países da Europa, a Austrália, Índia, China, Rússia e o Canadá dando inicio a uma guerra de proporções globais.
Prelúdios de Guerra no Pacifico: EUA realizará um raro exercício militar naval no pacifico Reviewed by Conflitos Guerras on 10:59:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

All Rights Reserved by Conflitos e Guerras © 2014 - 2016
Designed by SoSothemes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.