Ultimas Notícias

recent

EUA relatam movimentação de lançadores de misseis e silos por parte da Coreia do Norte.nas ultimas 48 horas

14 de setembro de 2017 - 01:15:20 


Na sequência da libertação de imagens via satélite que mostram instabilidade notável em torno do local da instalação de testes de bombas nucleares da Coréia do Norte, a NBC informou que três oficiais militares dos EUA, observaram que a Coreia do Norte moveu seus lançadores de mísseis móveis e preparou seus silos nas últimas 48 horas.

Isto vem apenas algumas horas depois do site 38North.org expor detalhes sobre as novas imagens obtidas pelo satélite comercial norte americano, confirmando a análise do sit que anteriormente identificou numerosos deslizamentos de terra em todo o local de teste nuclear de Punggye-ri nas encostas do Monte Mantap (e além) resultante do sexto teste nuclear da Coréia do Norte.

Esses distúrbios são mais numerosos e difundidos do que observados após alguns dos cinco testes anteriores do Norte, e incluem derrapagens adicionais em cicatrizes de deslizamento pré-existentes e uma possível cratera de subsidência. 

No entanto, não está claro a partir da imagem se essa subsidência é devida ao que foi relatado como " uma cave-in que foi observada externamente", associada ao evento de magnitude 4.6 que ocorreu oito minutos após o teste.


Também parece haver maior drenagem de água na área do Portal Norte, provavelmente estimulada pelo grande teste nuclear subterrâneo. 

Uma tal estimulação do fluxo de água subterrânea (provocada pela expansão de fissuras e fissuras existentes) também poderia ser esperada para promover o transporte de radionuclídeos para a superfície e não é inconsistente com um relatório mais recente de que alguns radionuclídeos (vestígios de Xenon-133) foram detectados pela Coréia do Sul no ambiente após o teste.

Uma aparente "cratera" de subsidência retangular aparece nos estratificados vulcânicos e no lábio de escarpa de basalto no canto ocidental do Monte Mantap. Esta "cratera" é provavelmente o que foi relatado como uma possível "cratera de chaminé de colapso", mas também pode ser apenas uma destruição induzida pelo tremor maciço. 

Podemos saber mais uma vez que as imagens de radar de abertura sintética (SAR) se tornem disponíveis para potencialmente traçar o epicentro de todos os distúrbios da superfície.


As imagens a partir de 8 de setembro, também mostram um grande caminhão de carga e tratores de reboque na Área do Portal Sul pela primeira vez, alem de carros de mineração e outros equipamentos que estavam presentes fora do Portal Oeste. 

Essa atividade, que vem logo após o maior teste nuclear subterrâneo realizado em Punggye-ri até o momento (através do Portal Norte), sugere que o trabalho no local agora poderia mudar o foco para preparar ainda outros portais para futuros testes nucleares subterrâneos.


Pela primeira vez em mais de um ano, a atividade foi registrada na Área do Portal Sul. Um grande caminhão de carga de trator / reboque estava localizado na área entre os portais do túnel primário e secundário.

A finalidade do veículo é ainda desconhecida. Resta saber, no entanto, se o Portal Norte será usado ou não para outro teste nuclear. Ainda existem dois complexos de túnel adicionais não utilizados (servidos pelos Portais do Sul e do Oeste), que também são considerados potencialmente capazes de realizar testes nucleares, embora para testes com rendimentos mais baixos do que o do sexto teste.

Conforme o site North38.org conclui, também não vemos nenhum motivo para alterar a nossa avaliação anterior de que, independentemente destes teste mais recente serem uma ogiva operacional para um ICBM ou simplesmente um dispositivo, o rendimento do teste mostra claramente o progresso norte-coreano no aumento dos rendimentos de suas armas nucleares.

O significado disso é que a Coreia do Norte tem o potencial de aumentar drasticamente a ameaça representada por sua Força Estratégica (responsável por mísseis balísticos), uma vez que as ogivas nucleares individuais potencialmente têm 10 vezes (ou mais), maior poder destrutivo. 

Isso permitiria que fossem empregados menos mísseis para garantir a destruição de um determinado alvo e aumentar as áreas alvo ameaçadas pelos ICBMs norte-coreanos, permitindo que um número maior de alvos se envolva com o inventário atual de mísseis. 

Se a afirmação de que o dispositivo que acabou de ser testado, tem um rendimento variável, é verdadeira a informação de dezenas a centenas de kilotons, isso também pode implicar na aplicação por parte da Coreia do Norte, em adotar política expandida de uso de armas nucleares na qual os norte-coreanos possam incluir seus ataque, estrategias de uso tático, além de dissuadir ameaças à existência do estado próximos a ele. 

Ao fazê-lo, os nortes coreanos se juntarão a países como os Estados Unidos, Rússia, China, Paquistão, França, Índia e etc., que têm políticas sobre o uso de armas nucleares táticas, desestabilizando ainda mais a situação da península coreana.

Fonte: zero hedge
EUA relatam movimentação de lançadores de misseis e silos por parte da Coreia do Norte.nas ultimas 48 horas Reviewed by Conflitos Guerras on 02:21:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

All Rights Reserved by Conflitos e Guerras © 2014 - 2016
Designed by SoSothemes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.